Aprenda mais sobre GeneXus
Wina Arambule |
5 Min.

Como funciona um Super App?

38 curiosidades e mais que você deve saber sobre SuperApps, MiniApps e MiniProgramas

Um Super App é um ecossistema de serviços que não estão necessariamente relacionados entre si, mas coexistem dentro da mesma aplicação. 

Os primeiros Super Apps surgiram na Ásia, especificamente na China, através de aplicações como WeChat e Alipay, e desde então têm se expandido para outros mercados. 

Os Super Apps ainda não existem nas Américas, mas é apenas uma questão de tempo até que eles apareçam com GeneXus.

Para Pablo Mazzilli, gerente técnico da GeneXus, criar um Super App não significa fazer uma grande aplicação: “é algo mais complexo, e a GeneXus já está trabalhando para que qualquer empresa possa desenvolver Super Apps e Mini Apps, e desta forma criar novos ecossistemas digitais”.

Conversamos com Pablo sobre Super Apps e sobre as mudanças de paradigma que serão geradas entre desenvolvedores e usuários finais destas aplicações.

Antes de começarmos, o que são Super Apps e Mini Apps?

“O Super App é uma aplicação nativa que tem um componente que permite carregar dinamicamente outras aplicações, as Mini Apps, que são carregadas dinamicamente de acordo com as solicitações do usuário, ou seja, sob demanda”.

E como funciona este componente?

“Este componente utiliza uma tecnologia GeneXus que existe desde que geramos código nativo para dispositivos móveis inteligentes. Este componente oferece a possibilidade de carregar dinamicamente as aplicações e interpretá-las para ter um comportamento nativo”.

Como os Mini Apps são exibidos no Super App?

“No Super App, as informações (Mini Aplicativos) podem ser exibidas como uma lista de ícones, por localização do usuário e por relevância do momento (por datas ou promoções especiais). Os mecanismos de acesso são variados.

Quais são os benefícios deste tipo de tecnologia?

““Com os Super Apps todos ganhamos. O usuário final não precisa baixar dezenas de aplicativos. Com apenas um aplicativo – o Super App – você terá acesso instantâneo a inúmeros serviços”.

A autenticação é feita em um só lugar (no Super App) e as credenciais são herdadas para os Mini Apps utilizarem. A segurança também é fundamental, pois você só tem que registrar seus métodos de pagamento uma única vez, e essa informação é confidencial.

Os proprietários da Super App, em troca, terão a oportunidade de fornecer mais e melhores serviços através de parceiros.

Os desenvolvedores do Mini App, por outro lado, terão a possibilidade de colocar suas soluções em ecossistemas estabelecidos. Ou seja, em vez de publicar o aplicativo em diferentes lojas e competir entre centenas ou dezenas de outros aplicativos que oferecem serviços similares, eles agora serão capazes de colocar uma versão Mini App do aplicativo em um ecossistema particular”.

Como seria a modelagem de Super Apps no GeneXus? 

“No nível do desenvolvimento, o usuário do GeneXus não tem que aprender nada. Um Super App é desenvolvido da mesma forma que uma aplicação nativa. A única coisa que é adicionada é o componente que se conecta ao servidor de provisionamento, que é um gerenciador de Mini Apps. Esse Super Aplicativo também terá uma API onde os diferentes serviços que prestará aos Mini Aplicativos serão expostos. Uma vez compilado o aplicativo, você simplesmente implanta os serviços backend e depois os publica nas diferentes lojas, seja na Apple Store, Huawei App Gallery e/ou Google Play”.

E a modelagem dos Mini Apps?

“O desenvolvimento é também o mesmo que qualquer outra aplicação nativa com GeneXus. A única coisa que você tem que importar é o módulo Super App que contém os serviços com os quais você poderia interagir a partir do Mini App. Ao contrário de um aplicativo comum, um Mini App não precisa ser compilado e publicado em uma loja, o que acelera o ciclo de produção. Sua definição e todas as informações (metadados) para poder carregá-la em um super aplicativo serão enviadas para um servidor de provisionamento.

Como é a implantação de Mini Apps com GeneXus?

“GeneXus fornecerá as ferramentas para que esta implantação seja automática. Assim, ao serem publicados no servidor de provisionamento, os proprietários ou administradores do Super App serão notificados para que possam realizar o processo de revisão e aprovação daquele Mini App. Assim que o Mini App for aprovado, ele estará disponível para ser visualizado no Super App”.

E quais vantagens o GeneXus oferece para o desenvolvimento de Super Apps e Mini Apps? 

“Como mencionei anteriormente, os desenvolvedores que trabalham com GeneXus não precisam aprender nada de novo para criar Super Apps e Mini Apps”.

As vantagens incluem maior velocidade de entrega de valor e evolução, já que não há necessidade de passar por uma loja e os serviços e estrutura comuns já são oferecidos pela Super App, bem como custos de produção reduzidos pelas mesmas razões.

E para não deixar ninguém de fora, GeneXus também pode transformar qualquer aplicação nativa que não tenha sido necessariamente desenvolvida com nossa plataforma em um Super Aplicativo. Esta é uma tecnologia única no mercado.

De fato, GeneXus é a primeira plataforma Low-Code do mundo que permite gerar Super Apps e Mini Apps”.

Você também pode estar interessado em ler:

2022 em Low-Code Key: O que está por vir em GeneXus!

Diferenças entre SuperApps, MiniApps e MiniPrograms

Super Apps: tudo o que você precisa saber

Pós-pandemia e software Low-Code, o que há para saber?

One response to “Como funciona um Super App?”

  1. Hi,

    I would like to have a session with you to understand more about the solution you offer on Super App (GeneXus). This is because we are in the process of building our own super app as a bank.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Voltar ao início
%d bloggers like this: