Argumentos a favor da tecnologia LowCode

Cinco problemas que as ferramentas LowCode ou de baixo código resolveram para uma das maiores livrarias universitárias nos Estados Unidos. 

Esta é a história de uma transformação digital de quatro décadas de duração.

MBSTextbook Exchange é um dos maiores vendedores de livros didáticos e materiais de cursos universitários nos Estados Unidos. A empresa de 40 anos tem uma longa história como “earlyadopter” de tecnologia que começou com o Sistema 38 da IBM, um “minicomputador” multiusuário do tamanho de uma máquina de lavar que foi vendido pela primeira vez em 1980. Logo fizeram a transição para o sistema mainframe AS400 da IBM e fizeram sua primeira venda pela Internet em 1998.

Durante esse processo, eles treinaram sua própria equipe de desenvolvimento interna para criar aplicativos de negócios.

No entanto, ser um “earlyadopter” tem um efeito secundário, pois leva à adoção frequente de novas tecnologias.

Muitas pessoas gostam de pensar que a transformação digital é binária; Em outras palavras, uma empresa que não estava aproveitando o poder do digital está de repente entrando no espaço do e-commerce com um conjunto de novos e chamativos brinquedos. Esse conceito ignora o cenário muito mais comum, na qual empresas veneráveis ​​que começaram a usar computadores quando eram uma raridade no mundo dos negócios estão procurando maneiras de evoluir seus aplicativos de negócios principais sem deixar de ser atual.

Essa é a situação em que se encontra a MBS. Durante anos, a MBS usou a plataforma LowCode GeneXus para se adaptar continuamente a um mundo em mudança. Com isso em mente, existem cinco maneiras pelas quais as soluções de baixo código resolvem problemas específicos da MBS, demonstrando a ampla aplicabilidade dessas ferramentas.

  1. Desenvolvimento de aplicações para atender necessidades específicas. Nos primeiros dias da computação, muitos dos programas de software usados ​​nos negócios – aqueles que viriam a se tornar ERPs modernos – tinham valor limitado em certos setores. A indústria de livros didáticos foi uma delas. Os atacadistas, por exemplo, costumam comprar e vender materiais para o mesmo cliente, o que confunde muitos sistemas contábeis. Com GeneXus, MBS desenvolveu internamente sua principal aplicação de negócio. O desenvolvimento de seus próprios aplicativos teve alguns benefícios adicionais significativos. Por um lado, poderia oferecer aplicações de gestão de livros didáticos para livrarias universitárias, gerando vínculos estreitos com seus clientes.
  2. Gestão rápida de mudanças. O negócio dos livros didáticos não se trata mais apenas de vender livros didáticos. Alguns livros não são vendidos, são alugados e alguns conteúdos não estão disponíveis na forma de livro. Existem e-books à venda, mas alguns programas de estudo consistem em conteúdos que só podem ser acessados ​​por meio de portais especiais. O uso de uma plataforma de baixo código permitiu que a MBS desenvolvesse seus principais aplicativos de negócios na velocidade do mercado.
  3. Combater rapidamente a falsificação. O alto custo dos livros físicos levou a um grande número de falsificações. Detectar livros falsos leva muito tempo e a empresa possui funcionários em tempo integral dedicados a identificá-los. Quando um consórcio da indústria começou a procurar maneiras de se opor a essa medida, os desenvolvedores da MBS criaram rapidamente um aplicativo móvel que permitia que as livrarias digitalizassem os livros em busca de falsificações quando os comprassem de estudantes.
  4. Cobrir um déficit de talentos devido à alta demanda por bons desenvolvedores. Algumas empresas estão localizadas em locais onde há poucos desenvolvedores e, quando disponíveis, costumam ter conhecimento especializado em uma única linguagem de software. Com uma plataforma de baixo código como GeneXus, a MBS não só conseguiu identificar funcionários talentosos e treiná-los no desenvolvimento de software, mas também treiná-los para trabalhar com aplicativos móveis e seus principais aplicativos de negócios.
  5. Manter os principais aplicativos de negócios ininterruptos. Para muitas empresas na situação de MBS, quando um sistema central está em operação há décadas, existem dezenas ou centenas de outros processos que dependem dele. Alguns deles são feitos por pessoas e alguns são automatizados, enquanto algumas dessas dependências surgem de integrações de terceiros. Conseqüentemente, as principais mudanças têm efeitos para baixo que são difíceis de prever. O uso de uma plataforma de baixo código permite que a MBS atualize continuamente sua pilha tecnológica – incluindo grandes renovações que são atualizadas para novas estruturas – com menos risco de interrupções.

É difícil encontrar estatísticas sobre quantas empresas dependem de tecnologia antiga e legada. Mas há uma coisa que sabemos: COBOL, a primeira linguagem de programação, ainda é usada hoje, mais de 60 anos após sua invenção. A poucos anos, novas manchetes apontaram sobre seu desaparecimento, mas de alguma forma, COBOL ainda está vivo.

A verdadeira transformação digital não é como apertar um interruptor de luz. Em muitas empresas, é uma evolução contínua e, às vezes, essa evolução inclui tecnologia legada com décadas de antiguidade. As ferramentas de baixo código são adequadas para manter as empresas continuamente atualizadas, ao mesmo tempo que resolvem centenas de problemas de negócios em tempo real.

 

Leave a Reply

%d bloggers like this: